Buscar
  • Maria

O que é break even e como calcular


Você já ouviu falar em ponto de equilíbrio ou break-even? Sabe sua importância? Sabe como calcular? Não deixe de acompanhar este artigo até o final para encontrar a resposta para todas essas perguntas e conferir 5 dicas para melhorar os resultados financeiros do seu negócio.


O ponto de equilíbrio é um termo muito utilizado na contabilidade e na administração de empresas, referindo-se às receitas necessárias para cobrir todas as despesas fixas e variáveis ​​de uma empresa durante um período previamente determinado.


Em outras palavras, podemos entender o ponto de equilíbrio, como o valor exato em termos de receitas para que a empresa consiga fazer frente a exatamente todas as suas despesas, desconsiderando qualquer margem de lucro, ou seja, zero a zero.


Por que calcular o ponto de equilíbrio?


O ponto de equilíbrio servirá de base para uma série de informações a respeito das finanças da empresa. Através deste indicador é possível por exemplo, conhecer qual deve ser o faturamento mínimo a ser perseguido para que a empresa consiga manter-se viva, cobrindo todos os seus custos.


Através do ponto de equilíbrio, os gestores tomam conhecimento a respeito do fluxo de caixa da empresa, auxiliando-os a não autorizar despesas, sem que haja uma previsão de caixa para tal, evitando assim, que a empresa fique no vermelho.


Como calcular o ponto de equilíbrio?


Calcular o ponto de equilíbrio é uma tarefa mais simples do que você imagina. Após entender a metodologia de cálculo, você não precisará ser um grande administrador ou analista financeiro para chegar ao resultado.


Para facilitar o seu entendimento, detalharemos o cálculo do ponto de equilíbrio em dois passos simples:


1º Passo: Identificando as despesas e margens de contribuição

Para que seja possível realizar o cálculo do ponto de equilíbrio de uma empresa, precisamos conhecer todos os seus custos e despesas, sejam elas fixas ou variáveis e também a sua margem de contribuição. Então, antes de entrarmos na fórmula, precisamos vamos conhecer alguns conceitos importantes:


Custos fixos: entende-se como custos fixos os que não tem relação com o custo do produto, como o salário de funcionários, aluguel, contas de consumo como água, luz e telefone, entre outras. Ou seja, mesmo se não vender nada durante o mês, esses custos irão se manter.


Custos variáveis: em custos variáveis, elencamos todas as despesas relacionadas a produção de um produto ou serviço. Ou seja, seu valor varia com o volume de vendas.


Margem de contribuição: A margem de contribuição corresponde ao custo relacionado a fabricação de uma unidade de determinado produto. Para encontrar a margem de contribuição, utilizamos a seguinte fórmula:


Margem de Contribuição = Receita de Venda do Produto ou Serviço – Custos Variáveis


Para facilitar o seu entendimento, vamos a um exemplo prático:

Suponhamos que uma empresa obteve uma receita sobre a venda de um produto no valor de R$ 100.000,00 em determinado período, enquanto que os custos variáveis para a sua produção foi de R$ 60.000,00.


Margem de contribuição = 100.000,00 - 60.000,00 = 40.000,00


Aplicando a fórmula encontramos uma margem de contribuição de R$40.000,00.

E para encontrar o Índice da Margem de Contribuição, basta fazer a seguinte conta:


Índice da Margem de Contribuição = Margem de Contribuição/Receita de Venda do Produto ou Serviço


Aplicando para o exemplo em questão, temos:


Índice da Margem de Contribuição = 40.000,00/100.000,00 = 0,4


2º Passo: Aplicando a fórmula do ponto de equilíbrio


Após encontrar a margem de contribuição, podemos finalmente aplicar a fórmula do ponto de equilíbrio, dividindo a soma de todas as despesas fixas pela margem de contribuição.


Ponto de Equilíbrio Financeiro = Custos Fixos/ Índice da Margem de Contribuição


Para calcular o ponto de equilíbrio, iremos considerar um custo fixo no valor de R$ 20.000,00.


Agora, ficou fácil, basta aplicar a fórmula do ponto de equilíbrio:


Ponto de equilíbrio = 20.000/0,4 = R$ 50.000,00


Encontramos o ponto de equilíbrio desta empresa, que corresponde a R$ 50.000,00.


Este é o valor necessário para que a empresa cubra todos os seus custos e fique no "zero a zero", também sem lucros. Vale lembrar que qualquer receita acima deste valor será considerada como lucro para a empresa.


Agora que você já conhece o conceito do ponto de equilíbrio e também a sua metodologia de cálculo, vejamos algumas dicas importantes para melhorar a gestão financeira da sua empresa.

5 Dicas importantes para melhorar os resultados financeiros do seu negócio



Para ajudar na organização financeira da sua empresa, veja agora 5 dicas importantes para a melhoria dos resultados.


1. Separe as finanças pessoais das empresariais


Para manter a saúde financeira de uma empresa, é muito importante conhecer cada movimentação realizada por ela. Sendo assim, é muito importante que a empresa possua a sua própria conta bancária, totalmente independente das contas pessoais de seus sócios ou proprietários.


2. Conheça todas as receitas e despesas da sua empresa


Conhecer todas as receitas e despesas do seu negócio, é sem dúvidas uma das chaves para uma eficiente gestão financeira.

É preciso que as empresas adequem os seus custos as suas receitas, evitando assim, que sejam utilizados mais recursos do que a empresa é capaz de gerar.


3. Avalie e reduza gastos desnecessários


Uma excelente estratégia para maximizar os resultados financeiros das empresas, está justamente na redução de gastos. Essa prática, é comum até mesmo nas grandes organizações e não significa necessariamente um sinal de problemas financeiros, mas também um estratégia de negócios.


4. Acompanhe os relatórios e indicadores financeiros


Acompanhe com frequência os indicadores e relatórios da sua empresa, para assim entender se a organização está no caminho certo, atingindo os resultados esperados, ou se algum ajuste será necessário para que os objetivos possam ser alcançados.


5. Conte com o apoio do time de especialistas do Manda Pro Financeiro


O Manda Pro Financeiro surgiu de uma consultoria de gestão financeira, com intuito de cuidar das rotinas financeiras da sua empresa. enquanto você foca no core business.


No Manda Pro Financeiro, você conta com um time de especialistas que irá manter seu financeiro em ordem, com relatórios sempre atualizados gerando uma economia de tempo e dinheiro (nossos planos custam a partir de R$500,00)!


Para saber mais como funciona, entre em contato conosco!


59 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo